476 ANOS

Um dos mais antigos núcleos de colonização do Brasil, São Mateus chega aos 476 anos com muito vigor. Como demonstra o IBGE na última estimativa, divulgada em agosto, nosso Município continua crescendo muito e atraindo gente de vários cantos do Espírito Santo e do Brasil. E com certeza as pessoas migram para cá na expectativa de melhorarem de vida, atraídos pelo dinamismo da economia agrícola, oportunidades de negócios nos setores industriais, de comércio e serviços diversificados, como saúde, educação e turismo.

 

RAINHA DO CRICARÉ

No território de origem de São Mateus, moram hoje aproximadamente 450 mil pessoas. Do litoral norte capixaba até a divisa oeste com Minas Gerais e ao norte nas divisas com a Bahia e Minas, o antigo território mateense sedia hoje outros 14 municípios, todos desmembrados de Sama. Esses municípios ainda hoje mantêm vínculos fortes com São Mateus, seja porque permanecem reunidos na Diocese de São Mateus, como também pelos vínculos afetivos e históricos e, principalmente, por inúmeros serviços polarizados pelo vigor de nossa economia.

Leia também:   São Mateus tem 34 novos casos de coronavírus no final de semana

 

DESAFIOS

Quando afirmamos que São Mateus continua com vigor, não significa que não existam problemas. Sim, os desafios são muitos e estão aí para mostrar que Sama pode crescer num ritmo muito maior, gerando muitas outras oportunidades empresariais e de criação de emprego e renda. Para isso, é preciso compreender a necessidade de se criar um ambiente mais favorável ao empreendedorismo urbano e rural, fortalecendo as cadeias produtivas existentes e atraindo outras.

 

FRAGMENTAÇÃO

As articulações dos vários partidos políticos na montagem do quadro eleitoral deste ano demonstram o quanto a sociedade está fragmentada e mal representada. Tantos partidos e tantos candidatos são sinais claros de que não há uma representatividade maior de cada um deles. São indicativos de que não há uma grande liderança com capacidade aglutinadora, mas diversos projetos, muitas vezes de caráter pessoal.

 

CONFLITOS

A evidenciar esses projetos pessoais, pode-se observar o movimento realizado pela outrora pré-candidata Elisângela Preta, que foi lançada à disputa à prefeitura, mas não teve o aval do seu próprio partido. Nem mesmo foi indicada para compor a chapa na coligação com Ferreira Júnior. Da mesma forma, a pré-candidatura do Dr. Jeziel do PCdoB que, à sua revelia, acabou engolida pelo acordo do seu partido com a chapa de Carlinhos Lyrio-Cássio Caldeira.

Leia também:   Armados com revólver e facão, assaltantes roubam Hilux na zona rural

 

CHICÃO

Causou estranheza o lançamento da candidatura de Chicão a prefeito de Conceição da Barra. Cassado recentemente do cargo de prefeito, ele ensaiou uma nova disputa. Quem conhece Chicão, sabe que, quando estava no cargo, vivia reclamando das dificuldades em exercer o mandato e chegou até mesmo a considerar a hipótese de renunciar, no que foi demovido pela ação de alguns conselheiros. Agora quer voltar. Vai entender?!

 

ELEIÇÕES

Semana de decisão na política nos municípios do norte capixaba, assim como em todos os demais do Brasil. No entanto, neste pedaço de chão capixaba, as articulações provocam arrepios. Que semana!

 

EMPRÉSTIMO

O Senado Federal aprovou nesta semana, com ajuda da senadora Rose de Freitas, a contratação de crédito externo no valor de 37,8 milhões de dólares (R$ 198 milhões) para o Espírito Santo. O pedido foi enviado pela Presidência da República e tem a garantia do Executivo. O Estado terá cinco anos para investir o recurso em três grandes áreas: Gestão Fazendária e Transparência Fiscal; Administração Tributária e Contencioso Fiscal; e Administração Financeira e Gasto Público. Por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o empréstimo terá contrapartida de 4,2 milhões de dólares por parte do Espírito Santo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here