O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019 nos anos finais do ensino fundamental (8º e 9º ano) cresceu em comparação ao Ideb de 2017, medido em 2016. Era 4,4 e passou para 4,8. Foi o melhor desempenho da série história do Ideb, conforme destaca o secretário de Educação, José Adilson Vieira de Jesus.

“Desde 2017, quando a atual administração assumiu o Governo Municipal, os investimentos em Educação foram priorizados, o que contribuiu para a elevação desse índice, oportunizando de forma igualitária tanto as escolas do campo quanto as urbanas” – afirma a Secretaria de Comunicação.

“Iniciamos na administração com grandes desafios em relação às metas do Ideb, estabelecidas pelo Plano Municipal de Educação de 2015, sobretudo nos anos finais, etapa na qual precisávamos aumentar o índice nos dois componentes: a aprendizagem e o fluxo escolar” – explicou o secretário municipal de Educação, José Adilson Vieira.

Os dados foram apresentados ontem pelo Ministério da Educação (MEC). Porém, esse índice de 4,8 está ainda distante da meta estabelecida pelo MEC nos municípios, que é de 5,6 para 2019 nos anos finais do ensino fundamental.

Leia também:   Assaltantes roubam caixa de cerveja, energético e água no São Pedro

ESCOLA+

De acordo com a Secretaria de Educação, para melhorar o índice o Município intensificou a formação de professores na correção de fluxo escolar (Prefes) e no Projeto Escola +. “Esse conjunto de ações alinhadas a uma gestão preocupada com uma Educação de qualidade contribuíram para que o índice avançasse de 4,4 para 4,8. Nessa etapa alcançamos em 2019 o melhor desempenho de toda a série histórica de avaliação do Ideb” – enfatizou José Adilson.

O Ideb, principal indicador de qualidade da educação brasileira, é calculado com base no aprendizado dos alunos em Português e Matemática (Prova Brasil) e no fluxo escolar (taxa de aprovação).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here