O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou dois editais para contratar 4.061 pessoas no Espírito Santo para trabalhar no Censo Demográfico 2021. As vagas são temporárias e serão distribuídas em todos os municípios do estado.

Conforme explica a coordenadora censitária de subárea do IBGE em São Mateus, Carla Soares da Silva Lyrio Figueiredo, 124 vagas estão disponíveis para o município de São Mateus. Delas, 111 são para recenseador, 2 para agente censitário municipal (ACM) e 11 vagas para agente censitário supervisor (ACS). O salário chega a R$ 2.100.

Carla Lyrio Figueiredo é a coordenadora censitária de Subárea do IBGE em São Mateus. -Foto: Divulgação

Para concorrer à vaga de recenseador o candidato deve possuir o ensino fundamental completo, já para os cargos de ACM e ACS, nível médio.

As inscrições devem ser feitas no site do Cebraspe. Para ACM e ACS, elas começaram no dia 19 de fevereiro e vão até 15 de março. Já para recenseador, as inscrições começam nesta terça (23) e vão até 19 de março.

Carla detalha ainda que, como as provas, presenciais, serão realizadas em dias diferentes, 18 de abril para ACM/ACS e 25 de abril para recenseador, o candidato pode fazer as duas inscrições. A aplicação das provas seguirá todos os protocolos sanitários contra a covid-19. O Resultado final será divulgado em 27 de maio.

Leia também:   Findes abre vaga de emprego em São Mateus

Segundo a coordenadora de subárea, as taxas de inscrição também têm valores diferenciados. Custa R$ 25,77 para recenseador e R$ 39,40 para ACM/ACS.

A remuneração é de R$ 2.100 para ACM, R$ 1.700 para ACS. O recenseador recebe por produção.

Carla explicou também que o Censo seria realizado em 2020, mas devido a pandemia do novo coronavírus, foi adiada pelo Governo Federal. Quem se inscreveu no ano passado, recebeu a restituição do valor das inscrições.

Ela afirma que o Governo Federal já garantiu a realização do Censo neste ano. “O estudo é muito importante para o Brasil, pois vai evidenciar informações que nortearão, principalmente, as políticas públicas para saúde, educação e sociais” – frisa.

 

Foto do destaque: Acervo IBGE/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here