BRUNO RODRIGUES
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Grêmio foi ao Beira-Rio e venceu o Internacional por 1 a 0 nesta quarta-feira (23), pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O gol tricolor, responsável por ampliar o domínio dos gremistas sobre o rival, foi anotado por Pepê.

Eduardo Coudet, que chegou neste ano ao Inter, continua com a espinha do rival entalada na garganta. Em cinco clássicos disputados na temporada, o Grêmio venceu quatro e empatou um contra a equipe do técnico argentino.

O domínio no Gre-Nal, porém, transcende 2020. A última vez que o lado vermelho de Porto Alegre celebrou um triunfo foi em 2018, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano.

De lá para cá, em dez partidas, o Grêmio venceu em seis oportunidades, além de quatro empates.

O duelo desta quarta marcou o reencontro dos rivais depois da pancadaria que tomou conta do gramado da Arena em março, ainda antes da paralisação do futebol em razão da pandemia, no primeiro Gre-Nal da história do torneio continental.

Leia também:   'Mistão' do Flamengo vence Junior sem sustos e carimba 1º lugar na Libertadores

Na ocasião, apesar das oito expulsões (quatro para cada lado) e de também ter acabado sem gols, enquanto houve futebol o espetáculo foi melhor jogado, com mais oportunidades e bolas na trave para os dois lados, do que nesta quarta, na casa colorada.

No primeiro tempo, o Grêmio pressionou a saída de bola do Internacional e forçou os donos da casa a recorrer à bola longa, buscando Thiago Galhardo ou Abel Hernández.

A tentativa de vencer os gremistas pelo alto, porém, foi confortável para a defesa tricolor.

Com facilidade de recuperar a bola diante das ligações diretas do Inter, os comandados de Renato Gaúcho administraram a etapa inicial com o controle da posse de bola.

O time de Eduardo Coudet chegou com maior perigo somente uma vez, com Thiago Galhardo, que reclamou de pênalti após chocar-se com o zagueiro Rodrigues antes de conseguir finalizar, lance que o árbitro mandou seguir.

Na etapa final, o Grêmio esperou o rival um pouco mais atrás e procurou sair no contra-ataque.

Em transição rápida da equipe tricolor e com a defesa colorada adiantada, Pepê recebeu em velocidade, invadiu a área pela direita e tentou encobrir Marcelo Lomba, mas o toque do atacante gremista acabou saindo à esquerda do gol.

Leia também:   Com classificação do Internacional, Libertadores define times das oitavas

Quando criou sua segunda oportunidade no jogo -até mais difícil do que a primeira- Pepê não perdoou.

O camisa 25 recebeu de Darlan na esquerda do ataque, limpou para o pé direito e chutou forte de fora da área, no canto esquerdo de Lomba, para abrir o placar. Foi o seu primeiro gol na história do clássico, justamente no dia em que completou 100 jogos pelo Grêmio, dono de Porto Alegre mais uma vez.

Apesar da derrota, o Internacional segue líder do Grupo E, com 7 pontos, mesma pontuação dos gremistas. Os colorados superam o rival no saldo de gols (3 a 1).

Ambos voltam a campo na próxima terça-feira (29). O Grêmio recebe na Arena a Universidad Católica, enquanto o Inter visita o América de Cali, na Colômbia.

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Cuesta e Jussa; Musto, Rodrigo Lindoso (D’Alessandro), Boschilia e Marcos Guilherme (Leandro Fernández); Thiago Galhardo e Abel Hernández. T.: Eduardo Coudet

GRÊMIO
Vanderlei; Orejuela (Ruan), Rodrigues, Kannemann e Bruno Cortez; Lucas Silva, Matheus Henrique, Darlan (Robinho), Alisson (Guilherme Azevedo) e Pepê (Luiz Fernando); Diego Souza (Isaque). T.: Renato Gaúcho

Leia também:   Grêmio vira e afunda o Athletico-PR na zona de rebaixamento

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Auxiliares: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Diego Bonfa (ARG)
Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso (INT); Lucas Silva (GRE)
Gols: Pepê (GRE), aos 28min do 2ºT

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here