O governador Renato Casagrande se reuniu com o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, na manhã desta segunda-feira (22), em Brasília. O encontro tratou dos esforços coletivos para aquisição de novas doses da vacina contra o novo coronavírus e também sobre investimentos na malha ferroviária do Estado. Os senadores capixabas Rose de Freitas e Fabiano Contarato acompanharam a reunião.

De acordo com Casagrande, o objetivo da reunião foi somar esforços para a aquisição de doses, por meio do Fórum dos Governadores, para acelerar o Plano Nacional de Imunização. “O presidente Rodrigo Pacheco está muito envolvido no cronograma das vacinas, está ouvindo e tentando ajudar. O debate que estamos fazendo no Fórum dos Governadores é de ajudar, pois muitos governadores têm interesses em adquirir vacinas e colocar essas doses no PNI. O Governo Federal e o Ministério da Saúde querem que o PNI seja controlado por eles e não nos opomos a isso” – relatou Casagrande.

Segundo o governador, o interesse é em encontrar mais vacinas além das que já têm contrato com o Ministério da Saúde. “Se encontrarmos fornecedores e que o Governo Federal não tenha interesse em negociar, nós iremos adquirir. Vacinar o mais rápido possível é fundamental, pois estamos perdendo mais de mil vidas por dia no Brasil. Se conseguirmos adquirir essas vacinas e adiantarmos em 60 dias o PNI, estaremos salvando 60 mil vidas” – disse.

Leia também:   AO VIVO: Ministro da Sáude, Marcelo Queiroga presta depoimento na CPI da Pandemia

Casagrande explicou que as doses compradas pelos governos estaduais seriam entregues ao Ministério da Saúde para que possa ser feita a distribuição a todos os Estados.

 

CORREDOR CENTRO-LESTE

Ainda na reunião, o governador e os senadores capixabas trataram sobre o Corredor Centro-Leste, uma demanda importante para o Estado, que teria sua malha ferroviária interligada com o restante do País, caso sejam realizados investimentos com a renovação da outorga da Ferrovia Centro Atlântica (FCA).

“Está em discussão a renovação da outorga da Ferrovia Centro Atlântica. É a maior malha ferroviária do Brasil e que faz a conexão do corredor Centro-Leste.  Temos interesse em investimentos importantes para Goiás e, em especial, Espírito Santo e Minas Gerais, para que não fiquemos isolados da malha ferroviária nacional. Rodrigo Pacheco é mineiro, conhece bem nossa pauta e queremos que parte dos recursos da outorga seja alocada para fechar esses gargalos, aumentando assim a competitividade da ferrovia”, comentou Casagrande.

CONTARATO

“Vacinar é salvar vidas! Durante a reunião, aproveitamos também para falar sobre a infraestrutura do Espírito Santo, investimentos ferroviários que vão fortalecer o corredor Centro-Leste”, destacou Contarato, logo após a reunião.

Leia também:   Rapaz de 20 anos executado dentro de construção em Braço do Rio

 

Foto do destaque: Adriano Zucolotto-SecomES/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here