Uma força-tarefa da administração estadual iniciou, na manhã desta quarta-feira (25), a barreira sanitária nas divisas do Espírito Santo, em vista do enfrentamento ao novo coronavírus, que provoca a pandemia de covid-19. A fiscalização acontece na BR-101 (Pedro Canário e Mimoso do Sul) e na BR-262 (Iúna), com técnicos do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), profissionais de saúde do Corpo de Bombeiros (com ambulâncias) e tropas da Polícia Militar.

Os veículos, tanto de passageiros quanto de cargas, estão sendo abordados e os ocupantes respondem a um questionário com perguntas sobre origem e destino da viagem, além de ser feita a medição de temperatura. Caso a pessoa apresente febre, será orientada a procurar uma unidade de saúde.

De acordo com o diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, o Instituto tem tido uma atuação relevante nesta situação de pandemia.

“O Idaf realiza um trabalho essencial, que não pode parar. Nosso corpo técnico está ciente e comprometido com a causa. O controle nas barreiras é extremamente importante para garantir e monitorar o controle de pessoas e cargas que chegam e saem do nosso Estado. Além disso, também estamos mantendo em funcionamento outros serviços essenciais prestados pelo órgão no que se refere à defesa sanitária e inspeção animal e vegetal. Estamos nos mantendo vigilantes para contribuir para que a economia do Estado continue ativa, com a adoção de todos os cuidados sanitários necessários” – disse Louzada.

Leia também:   Polônia proíbe menor de 18 anos de sair à rua sem companhia de adulto

“Estamos dando a nossa contribuição, sobretudo na questão de segurança dos alimentos, que tanto preocupa as pessoas”, destaca o técnico do Idaf Ademar Leandro de Souza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here