A Polícia Federal registra que a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado – Ficco/ES realizou 110 prisões em cerca de um ano no Espírito Santo. O período contabilizado é de 1º de abril de 2023 a 30 de maio de 2024.

“Em um esforço conjunto sem precedentes, a colaboração entre os órgãos que compõem a Ficco/ES permitiu que se rastreasse e se efetuasse a captura desses indivíduos, que representavam uma ameaça, tanto para os moradores da região metropolitana da Grande Vitória, quanto para os residentes em cidades do interior” – reforça a PF.

Por meio da inteligência compartilhada, foram localizados e detidos 99 homens e 11 mulheres, que possuíam mandados de restrição de liberdade em aberto por crimes graves, incluindo homicídio, roubo qualificado, estupro, estelionato e tráfico de drogas. “Entre os presos, vale destacar a presença de um dos líderes de uma facção criminosa de grande influência no estado”, ressalta.

Além das capturas no Espírito Santo, a Polícia Federal acrerscenta que a força integrada também gerou informações cruciais que resultaram no cumprimento de mandados, por instituições de segurança pública locais, em outros estados, como São Paulo, Paraíba, Pará, Rio de Janeiro, Maranhão, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

Leia também:   Polícia Militar apreende maconha, crack, cocaína e haxixe em Nova Venécia

“Este esforço coordenado demonstra o compromisso em combater o crime organizado e garantir a segurança dos capixabas. A atuação eficaz da Ficco/ES reflete a importância da cooperação interagências e do uso de inteligência compartilhada no combate à criminalidade” – sustenta.

FICCO/ES

A FICCO/ES é composta atualmente pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado de Segurança Pública, Guardas Municipais de Vitória, Vila Velha, Serra e Viana.

 

Foto: PF/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here