O problema de interrupção de energia elétrica em unidade de vacinação de Rio Bananal, levando à inutilidade de 133 doses de vacina contra covid-19, acendeu um alerta no Espírito Santo. Perguntado sobre o armazenamento em São Mateus, o secretário Henrique Follador afirma que medidas foram tomadas anteriormente para que esse tipo de situação não ocorra no Município, incluindo câmaras modernas e inteligentes.

O secretário explica que o Município fez um acordo e deixa as doses que recebe do Estado armazenadas na própria Superintendência Regional Norte de Saúde. As equipes de imunização de São Mateus recolhem a quantidade prevista para aquele dia.

Caso sobre, as doses restantes são levadas para a Central de Imunização do Município, localizada na policlínica municipal US-3, que tem seguranças, segundo relata o secretário. Follador salienta que caso haja uma interrupção eventual no fornecimento de energia, alguém terá conhecimento porque a unidade funciona 24 horas.

Mesmo assim, explica que o Município adquiriu câmara científica moderna, com baterias com capacidade de seis horas. O equipamento é inteligente, nesta situação mensagens são enviadas para números de telefones cadastrados da equipe. “Não podermos perder nenhuma dose a até o momento não perdemos nenhuma”, sustenta Follador, acrescentando que tudo é planejado para isso, inclusive para outras vacinas e medicamentos.

Leia também:   Unopar forma 5 turmas e abre novos cursos em São Mateus

São Mateus já aplica segunda dose

Em reunião com a Comissão de Vacinação da Frente Nacional de Prefeitos, o ministro da saúde Eduardo Pazuello disse nesta sexta-feira (19) que os municípios não precisam mais reservar vacinas para a aplicação da segunda dose.

Perguntado sobre isso, o secretário municipal Henrique Follador reforça que o Espírito Santo já tinha reservado e distribuído para os municípios as segundas doses do imunizante Coronavac. Inclusive, frisa que São Mateus, por exemplo, já vacinou pela segunda vez os idosos do Lar dos Velhinhos e iniciou nesta semana a aplicação da segunda dose em profissionais do Hospital Roberto Silvares.

Ele reforça que o Município segue o cronograma estabelecido pelo Governo do Estado.

LEIA TAMBÉM: PC conclui que criança desligou energia em unidade de vacinação no ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here