Conhecida em São Mateus pelos vários anos dedicados ao trabalho na agência dos Correios, Gilka Pessanha Negris, 97 anos, faleceu em Vitória na quinta-feira (9) e foi sepultada em São Mateus na manhã desta sexta (10), às 11h, no cemitério do Centro. O velório foi somente para familiares e alguns amigos mais próximos.

Em entrevista à Rede TC por telefone, o filho de Gilka, Bruno Pessanha Negris, relatou que a mãe já morava há cerca de 10 anos na capital, onde residem a maioria dos filhos. Ele ressaltou ela também era muito conhecida em São Mateus pelos anos dedicados ao antigo Hotel Pessanha, na Praça São Benedito.

Casada com o ex-vereador mateense Albino Negris, falecido em 1997, Gilka Pessanha Negris, além de Bruno Negris que foi secretário estadual da Fazenda, tinha mais 8 filhos: Tânia Negris Botti, Ivete Negris Moreira, Alberto Pessanha Negris, Maria Goretti Pessanha Negris, Maria Tereza Pessanha Negris, Ernesto Negris Neto, Thadeu Pessanha Negris e Sabrina Negris Bello Silva. Ela deixa também 16 netos e 7 bisnetos.

Leia também:   Mais de 180 linhas de crédito estão disponíveis para pequenos negócios enfrentarem a crise

De acordo com a neta Tatiana Negris, Gilka não apresentava nenhum problema de saúde, mas, devido à idade, começou a apresentar certa debilidade físicas nos últimos meses, vindo a falecer na manhã de quinta-feira em Vitória. Nascida em 21 de setembro de 1922, Gilka completaria 98 anos no dia do aniversário de São Mateus.

São Mateus-ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here