A exposição de fotografia Um olhar sobre a floresta prossegue até o dia 31 no hall do prédio da Administração Central do Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes), no Bairro Litorâneo, em São Mateus.

A exposição é uma iniciativa do Jardim Botânico Palmarum, localizada no campus, sendo que as obras são do artista e biólogo Rafael Xaxim.

O lançamento da exposição ocorreu na semana passada. A cerimônia de abertura teve as presenças da diretora do Jardim Botânico Palmarum, a professora Vivian Estevam Cornélio, do vice-diretor professor Luís Fernando Tavares de Menezes, além do diretor do Ceunes, o professor Luiz Antonio Favero Filho, e da vice-diretora Ana Beatriz Neves Brito.

Vivian destaca que a exposição é uma das ações que surgiram para dar evidência ao Jardim Botânico Palmarum, que abrange a área do campus. A visitação, para as comunidades interna e externa, acontece de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h.

a professora frisa que a exposição possibilita à comunidade externa, seja estudantes ou qualquer outro interessado, a conhecer ainda outras ações do Jardim Botânico. Inclusive, plantas também estão expostas junto com as fotografias.

Leia também:   Potências do Bairro Vila Nova são apresentadas em exposição fotográfica no Centro das Juventudes

 

Fotos evidenciam a biodiversidade do norte capixaba

 

São Mateus – O fotógrafo e biólogo Rafael Xaxim é natural de Lavras (MG), graduado no Ceunes, onde também fez mestrado em Biodiversidade Tropical. A diretora do Jardim Botânico Palmarum Vivian Estevam Cornélio detalha que Rafael deu sequência às pesquisas com as samambaias da Floresta Atlântica de Tabuleiros, entre o norte do Espírito Santo e sul da Bahia.

A oportunidade de também acompanhar os demais colegas em outros projetos de pesquisa ao longo destas áreas florestais, “possibilitou um contato ainda maior com essas formações vegetais, cuja fitofisionomia é composta por árvores peculiares que possuem a base da estirpe com formas tabulares e que desde os primeiros contatos lhe chamaram a atenção, por sua singular beleza natural”.

Leia também:   Professores Luiz e Vivian vencem eleição para a direção do Ceunes

A professora frisa que, tendo a fotografia como outra paixão, essa tornou possível os registros de Rafael Xaxim que são apresentados na exposição no Ceunes. “As florestas de tabuleiros do Espírito Santo abrigam alta diversidade biológica e singularidades naturais que precisam ser protegidas. Rafael Xaxim chama atenção para esse fato por meio de suas fotos” – reforça Vivian.

 

Jardim Botânico foi criado em 2019

 

São Mateus – O Jardim Botânico Palmarum, do Ceunes, foi criado em 27 de junho de 2019. “Como se trata de um órgão recente, faz-se necessário implementar ações de divulgação, tanto para a comunidade externa quanto interna”, sustenta a diretora Vivian Estevam Cornélio.

Para Vivian, ações que estão sendo desenvolvidas, como a exposição, promovem “espaços e momentos de reflexão que possibilitam a desmistificação e ressignificação de jardins botânicos, chamando a atenção para suas possibilidades e potencialidades”.

Desta forma, ela enfatiza o convite para as comunidades interna e externa vivenciarem o Jardim Botânico, “que promove o diálogo entre saberes e conhecimentos por meio de ações de lazer, bem-estar, pedagógicas, de ensino, esportivas, culturais, artísticas, científicas, dentre outras”.

Leia também:   Ufes ofertará 2.242 vagas em 58 cursos na segunda edição do Sisu 2022

 

Foto do destaque: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here