O governador Renato Casagrande afirma que tudo indica que a quarentena de 18 dias no Espírito Santo começa a surtir efeito. Em pronunciamento no início da noite desta sexta-feira (9), para apresentar o 50º Mapa de Risco do Espírito Santo, o governador apresentou dados de redução nesta semana de notificações de casos suspeitos e de casos confirmados de covid-19.

Casagrande salienta que será preciso mais uma semana para ter a confirmação se realmente a quarentena já começou a fazer efeito.

A quarentena foi estabelecida de 18 de março até 4 de abril. O governador detalha que de 15 a 20 de março, a Sesa registra 40.132 notificações de casos suspeitos. Do dia 21 a 27 de março, a quantidade registrada aumentou para 46.725. A redução começou a ser percebida de 28 de março a 3 de abril, quando entraram no sistema 34.745 notificações. De domingo (4) até nesta sexta-feira, 30.945 foram registradas.

Em relação a casos confirmados, Casagrande cita que de 15 a 20 de março, o Estado teve 13.571. A quantidade da semana de 21 a 27 de março foi de 15.433. Assim como as notificações, foi observada uma redução na semana de 38 de março a 3 de abril, que acumulou 11.356 casos confirmados. Nesta semana, de domingo até esta sexta, 7.163 capixabas testaram positivo.

Leia também:   Curado da covid-19, Japão recebe alta nesta terça: Fiquei com medo!

Casagrande enfatiza que o Estado tem aumentado a quantidade de leitos, nesta semana chegou a 1.006 leitos de UTI abertos, mas que a taxa de ocupação permanece acima de 90%. Ele frisa que primeiro se reduz as notificações e as confirmações, para posteriormente o efeito da quarentena ser percebido em internações e em seguida em número de mortes.

São Mateus segue em risco alto

Em pronunciamento no início da noite desta sexta-feira (9), o governador Renato Casagrande apresentou o 50º Mapa de Risco do Espírito Santo, com validade de segunda-feira (12) até o dia 18 de abril.

O governador Renato Casagrande destaca que São Mateus é o único dos municípios considerados polos que permanece em risco alto. Os demais estão em risco extremo.

São 42 municípios em risco extremo, 34 em risco alto e somente dois em risco moderado, classificação que estão Conceição da Barra e Ibitirama.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here