Com o objetivo de reduzir o índice e reincidência de violência contra a mulher, a Prefeitura de São Mateus, em parceria com a Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), lançou nesta quinta-feira (29) o projeto Homem que é Homem.

Conforme detalha a Secretaria de Comunicação, o projeto foi idealizado por psicólogas, assistentes sociais e outros profissionais da PCES, e sua execução está vinculada à Secretaria Municipal de Assistência Social.

“O projeto foca na violência no aspecto cultural e vai ser trabalhado através da educação. Não dá para o homem enfrentar esse problema sem reavaliar as suas ações. O projeto é uma semente que estamos lançando. Em outros lugares em que o projeto já atua, a reincidência é baixa, o homem tende a não voltar a cometer novamente a violência” – exemplificou a coordenadora da Seção de Projetos Educacionais, Prevenção e Estudo da Violência da PCES, Natália Tenório Sampaio.

 

PÚBLICO-ALVO

A Prefeitura explica que o programa é direcionado a homens que supostamente cometeram algum tipo de violência doméstica. “A metodologia de trabalho do projeto em São Mateus pretende realizar três ciclos, contendo oito encontros em cada ciclo, que irá acontecer nas quartas-feiras, das 19h às 21h, com atividades como: rodas de conversa, palestras, dinâmicas de grupo, debates, apresentações de vídeos, entre outras atividades”.

Leia também:   Tecnologia e experiência a favor do agronegócio mateense

 

Daniel pede “tolerância zero contra a violência”

 

São Mateus – “Nossa tolerância com a violência doméstica tem que ser zero” – disse o prefeito Daniel Santana durante o lançamento do projeto. “Defendo a periferia, pois vim de lá e foi lá que meu pai me ensinou que homem que é homem não bate em mulher. Minha mãe era tudo para mim. Nós não seríamos nada sem as mulheres” – destacou o prefeito.

Daniel Santana lembrou ainda que o Município está doando ao Governo do Estado um terreno para a construção da sede própria da Delegacia de Polícia Civil, que deverá abrigar também a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

 

 

Leia também:   Brasil registra 637 mortes por Covid em 24 h e mais de 35 mil casos

Secretaria de Assistência Social, Marinalva Broedel lembrou a preocupação de Daniel, especialmente na defesa da mulher, da criança e do idoso. “Esse momento é histórico e vai fazer a diferença no Município. Vamos trabalhar na prevenção e efetivar as políticas públicas. O compromisso do prefeito é garantir direitos e transformar realidades. Nossa equipe está preparada e ativa para atender todas as demandas”.

 

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

De acordo com dados apresentados pela Prefeitura, em 2020 o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de São Mateus recebeu da Delegacia de Polícia Civil cerca de 120 encaminhamentos de mulheres vítimas de violência doméstica. “Neste ano, até o mês de julho, já somam mais de 50 casos recebidos. É nesse cenário que o Município adere ao projeto Homem que é Homem”.

 

PRESENÇAS

A solenidade contou também com as presenças da gerente de Proteção à Mulher da PCES, delegada Michelle Meira Costa; da chefe da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher da PCES, delegada Cláudia Dematté de Freitas Coutinho; do superintendente de Polícia Regional Norte, delegado João Francisco Filho; da chefe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de São Mateus, delegada Gabriela Zaché dos Santos; do representante da 18ª Delegacia Regional de São Mateus, Delegado Leonardo Aksacki Malacarne; demais secretários municipais e vereadores.

Leia também:   Sebrae atua para desenvolver ecossistema da inovação no norte

 

Foto do destaque: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here