A Igreja Católica abre uma Semana Santa histórica, neste Domingo de Ramos (5). Seguindo as recomendações dos órgãos de saúde, em razão da pandemia do novo coronavírus, os fiéis não ocuparão os templos durante as celebrações, como ocorre há séculos.

Entretanto o bispo Dom Paulo Bosi Dal’Bó elaborou, junto com o coordenador diocesano de Pastoral, o padre Éder Mataveli Vargas, dinâmicas para que todos os católicos se envolvam na liturgia, mesmo sem sair das residências.

Neste Domingo de Ramos, o bispo orienta que os católicos coloquem um pano vermelho na janela, no portão ou na porta de casa, com alguns ramos –folha de coqueiro ou ervas medicinais, por exemplo. Além disso, recomenda para esse dia a oração ao Espírito Santo, além de participação das celebrações transmitidas de forma online.

Dom Paulo destacou que as dinâmicas também estão programadas para outros dias. Na Quinta-Feira Santa (9), os católicos estão orientados a colocar um pano branco, ou toalha e outros símbolos do lava-pés, como cântaro, jarro e bacia, na janela, no portão ou na porta de casa.

Leia também:   Ladrões arrombam casa e levam joias, televisor e até carne em Pedro Canário

Na Sexta-Feira Santa (10), a mística para estes locais inclui uma cruz e um pano vermelho, lembrando a paixão, o amor e a entrega de Jesus. No Sábado Santo (11), os fiéis trocam o pano vermelho pelo pano branco na cruz, além de usarem flores e velas. O mesmo símbolo permanece para o Domingo de Páscoa (12).

“Para não ficar de fora do mistério a ser celebrado, vamos trazer o povo para dentro da liturgia, não na igreja, mas onde estiver, no espírito de comunhão” – enfatizou Dom Paulo. O bispo salientou que, além das celebrações com transmissão em tempo real em que os padres presidirão, com auxílio de no máximo cinco pessoas, a Diocese preparou uma celebração resumida para as famílias.

 “Experiência única”

O bispo Dom Paulo Bosi Dal’Bó tem 57 anos, sendo 19 anos de ordenação presbiteral e quatro anos no ministério episcopal. “Desde a minha existência, mais de 50 anos, é a primeira experiência para mim, e é para todos os padres da Diocese, celebrar a Semana Santa sem os fiéis no templo”, relatou Dom Paulo.

Leia também:   Força Tática apreende cocaína no Seac

Para o bispo de São Mateus, essa experiência é uma surpresa para todos, bispos, religiosos e leigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here