A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Superintendência de Polícia Interestadual e Captura (Supic), prendeu 16 foragidos da Justiça após eles atualizarem os endereços em solicitação de auxílio emergencial do Governo Federal. A Assessoria de Comunicação da PCES apresentou o levantamento nesta segunda-feira (15).

As prisões ocorreram nos municípios de Cariacica, Serra, Vila Velha, Vitória, João Neiva e Montanha, entre 21 de maio e 9 de junho. Dentre os detidos, 12 são homens e quatro são mulheres, todos com mandado de prisão em aberto por crimes como de estelionato, roubo, furto, tráfico de drogas, estupro, estupro de vulnerável, ameaça, lesão corporal e receptação.

“A PCES fechou recentemente um convênio com a Controladoria Geral da União (CGU), e recebemos toda relação de mandados de prisão e temos também acesso à relação das pessoas que estão recebendo auxílio emergencial. Diante disso, a Supic fez o cruzamento de dados e encontrou 16 pessoas que tinham mandado de prisão em aberto e que estavam recebendo auxílio emergencial ‒ diligenciaram e efetuaram a prisão dessas 16 pessoas. Agora vamos comunicar a CGU para que tomem as providências para anular esses benefícios que estão sendo pagos de maneira ilegal” – pontuou o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.

Leia também:   Aposta de Nova Venécia entre as premiadas da Lotofácil da Independência

A Supic segue fazendo diligências e cruzando dados de possíveis endereços, para que, se houver mais foragidos, eles sejam capturados. Caso a população tenha informações que contribuam com o trabalho policial podem denunciar de forma anônima pelo número telefônico 181.

Todos os suspeitos detidos já se encontram no sistema prisional à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here