O corpo do secretário municipal de Esportes, Jairo Jair Manoel Meira, será sepultado às 10h, desta terça-feira (24), no Cemitério Municipal de Jaguaré. Uma hora antes, acontece uma missa de corpo presente na Igreja Matriz São Cipriano.

A morte de Jairo Meira, na tarde de segunda-feira (23), no Hospital Rio Doce, em Linhares, levou à comoção a população jaguarense. Ele foi uma referência comunitária e no esporte do Município.

O corpo chegou por volta das 19h desta segunda-feira para o velório no Ginásio de Esportes Paschoal Brioschi.

“Jairo Jair Manoel Meira foi um prestimoso colaborador do Município unindo forças para que a juventude de Jaguaré tivesse acesso constante a atividades esportivas com qualidade. Sua colaboração jamais será esquecida por todos nós, posto que trabalhos edificantes como os de Jairo Meira ficam eternizados na história das sociedades” – destaca nota da Prefeitura, em nome do prefeito Marcos Guerra. O chefe do Executivo decretou três dias de luto, a começar com segunda-feira.

Leia também:   Forças de segurança realizam operação contra irregularidades e crimes com motos no ES

Aos 60 anos, Jairo Meira tinha três filhos (Paula, André e Gabriela) e três netos, sendo casado com Cláudia Zoe Altoé de Meira por 34 anos. Ele esteve por diversas vezes na gestão do Esporte de Jaguaré, além de ter sido um dos fundadores da Liga Jaguarense de Desportos (Lijad), que impulsionou o futebol amador de Jaguaré. Ele também contribuiu no futebol profissional e em outros esportes no Município.

Jairo era casado com Cláudia há 34 anos. Foto: Divulgação

 “Idealizava muitas coisas boas”

Esposa de Jairo por 34 anos, Cláudia Zoe Altoé de Meira destaca que ele idealizava muitas coisas boas. “Ele queria fazer muita coisa para movimentar as comunidades, movimentar os times de futebol” – destaca.

Cláudia frisa que o marido sempre aliou o voluntariado com os trabalhos profissionais, sempre com o intuito de movimentar as pessoas em atividades do bem.

Nascido em Nova Venécia, Jairo residiu por 42 anos em Jaguaré. “Ele se apaixonou por esse lugar, sempre gostou muito daqui”, frisa a esposa.

 “Sentimento de vida comunitária”

Leia também:   Bandidos arrombam paiol e furtam café em Nova Venécia

O Diretor Geral da Rede TC de Comunicações, Márcio Castro externou seu pesar pessoal e da equipe pelo falecimento de Jairo Meira, reconhecendo a colaboração que o mesmo prestou à TC no início da década de 1990.

Márcio Castro acrescenta “que Jairo tinha sentimento de vida comunitária e que sempre prestou inequívoca contribuição ao Município e a todos que com ele se relacionavam”. O Diretor Geral reforçou a manifestação de solidariedade à família, “em especial à esposa Cláudia e aos filhos”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here