BEATRIZ VILANOVA
SÃO PAULO, SP, E RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – O time brasileiro do Corinthians foi o grande vencedor do segundo campeonato mundial do game “Free Fire”, cuja final aconteceu neste sábado (16), no Rio de Janeiro.

Com uma equipe composta pelos jogadores Japa, Fixa, Pires, Levelup007 e Nobru, o time acumulou 2300 pontos ao longo das oito quedas (nome dado às partidas do game), garantindo a vitória frente às outras 11 equipes que participavam –e levando US$ 200 mil para a casa.

Os russos do Sbornaya ChR e os tailandeses da Illumitane ficaram em 2º e 3º lugar, respectivamente, levando US$ 80 mil e US$ 40 mil (confira abaixo a relação completa do placar final).

O Corinthians conseguiu se manter nas primeiras colocações nas primeiras quedas, mas acabou caindo ao longo das partidas. Na penúltima e última quedas, ele conquistou o “booyah” (vitória da partida) e recuperou a chance de vencer.

No primeiro mundial, que aconteceu em abril, a Indonésia foi a vencedora. Na época, a equipe do Corinthians ainda não tinha sido anunciada. Além dos corintianos, o Brasil teve um segundo time representante: a Loud, formada por um dos principais influenciadores do jogo, Bruno “PlayHard”, mas que ficou em 9º lugar na competição.

Leia também:   Kevin Feige diz que filmes da Marvel se tornaram melhores com avanço da representatividade

“Todo mundo aqui é Brasil. Corinthians é Brasil, Loud é Brasil. Se a gente ‘se trombar’ a gente vê. Que vença o melhor”, afirmou ViniZx, da Loud, antes da partida.

PlayHard acredita que o time não estava tão preparado para enfrentar estratégias muito diferentes, mas que não faltou dedicação.

“A gente trabalhou duro. Não temos nem um ano de time, e conseguir chegar no mundial é muito difícil, ainda mais com a pressão que temos dos torcedores”, diz. “Nosso time é muito entrosado, tem sessões de treinamento de até oito horas por dia. Eles moram na mesma casa, e todos tem um talento individual”.

Mais de 4.500 pessoas acompanharam a final presencialmente, dentro de uma arena no Parque Olímpico do Rio. As competições ainda foram transmitidas por meio dos canais oficiais do “Free Fire” no Facebook e Youtube –neste último, ultrapassando um milhão de “current views” (pessoas assistindo simultaneamente).

O assunto também dominou os “trending topics” (assuntos mais falados) entre os brasileiros no Twitter. Até o final da tarde deste sábado, os quatro assuntos mais falados eram relacionados ao campeonato.

Leia também:   PM é morto com tiro de fuzil na cabeça durante abordagem em Piracicaba

“É um sentimento inexplicável. Só tenho a agradecer. Independente de se fosse a gente ou a Loud, eu queria esse título para o Brasil”, disse Nobru.

“Nosso time não tem essa de jogar agressivo ou recuado […] Conforme as partidas, a gente vai mudando nossas táticas […] Mudamos o local de caída de ontem para hoje”.

Veja o placar final do campeonato mundial de ‘Free Fire’:
1º lugar: Corinthians
2º lugar: Sbornaya ChR (Europa)
3º lugar: Illuminate (Tailândia)
4º lugar: LGDS (Taiwan)
5º lugar: Infinity Esports Mobile (LATAM Norte)
6º lugar: Team Flash (Vietnã)
7º lugar: Arctic Gaming (América do Norte)
8º lugar: Dranix Sports (Indonésia)
9º lugar: Loud (Brasil)
10º lugar: Infinity_YT (Oriente Médio)
11º lugar: Nawabzade (Índia)
12º lugar: Samurai Team (LATAM Sul)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here