Visivelmente contente e aliviado com a postura da ministra Rosa Weber de rever a própria decisão e dar prosseguimento ao julgamento do recurso especial no Tribunal Superior Eleitoral, o prefeito Daniel Santana, o Daniel Açaí, já prepara programação para os festejos de final de ano, além de Verão e Carnaval em Guriri. Em meio a crianças durante a cantata de Natal na porta do prédio da Prefeitura, no Centro, ele disse que tirou “um peso das costas”.

Com expressão de alívio e bem descontraído junto às crianças que participaram da cantata de Natal na Avenida Jones, Daniel disse que tirou um peso das costas. -Foto: Divulgação

“Estava aquela angústia e a gente viu que a ministra está sensível ao nosso caso. Então, para mim, foi bom, e para a população de São Mateus também foi gratificante. Foi um alívio porque é muito difícil a ministra mudar a decisão e ela mudou. Só Deus mesmo para mudar o pensamento de uma mulher daquela. A gente vê que ela é uma pessoa sensata. É gratificante” – comentou o prefeito na tarde desta quarta-feira (5).

Daniel disse que está com as esperanças renovadas. “Agora mudou tudo. Deu a entender que ela vai analisar o processo, que é muito complicado, como ela falou, e tem que analisar bem. A gente está mais esperançoso agora” – destacou.

Leia também:   Com aplausos de amigos, corpo de Izaías Torezani é sepultado

O prefeito salientou ainda que já estão sendo preparadas as programações dos festejos de final de ano, além de Verão e Carnaval. “Não parou nada, está tudo andando. Para o Natal, estamos preparando alguma coisa. Réveillon vai ter trio-elétrico e queima de fogos, além de programação para o Verão e o Carnaval. Estamos esperando a chuva dar uma parada para a gente começar entrar com uma equipe de tapa-buraco e fazer as manutenções que tem que fazer na Cidade. Fazer as obras de Guriri, tirar os postes do meio da avenida. E, logo depois do Verão, vamos fazer a galeria definitiva na área central” – complementou.

JULGAMENTO NO TSE

O TSE acatou na noite de terça-feira agravos regimentais no recurso especial eleitoral apresentado pela defesa do prefeito. Em pronunciamento, a presidente do tribunal, ministra Rosa Weber, disse que, na decisão monocrática, havia resolvido acompanhar as decisões, de cassação do mandato e convocação de novas eleições, da primeira e da segunda instâncias. Após ser condenado pela Justiça Eleitoral de São Mateus, Daniel havia sofrido também um revés no Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo, perdendo por 4 votos a 2. Ele está mantido no cargo por força de liminar e aguada, agora, o julgamento do mérito do recurso no TSE, o que deve ocorrer somente em 2019.

Leia também:   Homem acha R$ 680, procura o dono por 27 dias e devolve

São Mateus–ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here