A Câmara de São Mateus rejeitou na noite desta terça-feira (10) a concessão dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário para a Cesan. A votação terminou com 6 favoráveis e 5 contrários. Votaram a favor os vereadores Francisco Amaro, Paulo Chagas, Antônio Luiz Moreira, o Temperinho, Doda Mendonça, Aquiles Moreira e Jaciara Teixeira. Votaram contra os vereadores Carlos Alberto, Jozail Fugulim, Jorge Recla, o Jorginho Cabeção (Presidente da Mesa Diretora), Ajalírio Mendonça e Jerry Pereira.

O Projeto de Lei 016/2019 do Executivo autorizava o contrato de programa com a Cesan para que a estatal assumisse os serviços de abastecimento de água e de coleta de esgoto de São Mateus. A votação ocorreu em sessão ordinária desta terça.

Em discurso contra a concessão, o vereador Carlos Alberto considerou que o Saae passa por dificuldades por conta do que considerou falta de gestão. “O Saae tem vida própria, o problema é que a autarquia foi sugada a vida inteira por maus gestores. O Saae vai continuar, mas precisa que os funcionários tenham um sindicato independente” – considerou.

Leia também:   Ceim do Bairro Santa Teresa recebe palestra e estande com animais da Polícia Ambiental

Já o vereador Amaro Oliveira, favorável à concessão, disse em discurso que “a Cesan tem a menor tarifa do País” dentre as estatais que controlam os serviços de tratamento e distribuição de água e esgoto. “O Saae está sucateado, arrecada em torno de R$ 1 milhão [por mês], mas tem um custo de R$ 1,3 milhão. Pior que está não fica”, ressalta.

Jaciara Teixeira observou que “o Saae sempre teve uma gestão profissional e competente, e se fosse a vontade dos gestores e servidores, os problemas do Saae já estariam resolvidos, mas não depende apenas deles”.

São Mateus-ES

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here