Rio, (Estadão Conteúdo) – A seleção brasileira ganhou uma motivação a mais para ir em busca de uma vaga na Olimpíada de Paris-2024. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou que destinará R$ 10 milhões em premiação, sendo R$ 7 milhões para os jogadores e R$ 3 milhões para a comissão técnica, caso a equipe conquiste uma das duas vagas que estarão em disputa no Pré-Olímpico, que começa neste fim de semana, na Venezuela.

 

Cada jogador terá direito a US$ 60 mil, o que equivale a quase R$ 300 mil, prêmio 35% superior ao recebido pelos atletas na edição passada, em 2020. Na época, cada um recebeu US$ 50 mil pela vaga olímpica, o que correspondeu a cerca de R$ 220 mil.

 

“Essa premiação recorde é fruto do planejamento que realizamos aqui no departamento de seleções em alinhamento com as diretrizes da gestão do presidente Ednaldo Rodrigues”, afirmou Claudia Faria, gerente-geral de Seleções.

 

O Brasil estreará no Pré-Olímpico na segunda rodada. Na terça-feira, às 17h (horário de Brasília), enfrentará a Bolívia, no estádio Brigido Iriarte, localizado na cidade de Caracas. Além da dupla, estão no Grupo A: Colômbia, Equador e a anfitriã Venezuela.

 

A competição classifica apenas duas seleções para a Olimpíada, o campeão e o vice. O torneio é dividido em duas partes: primeira fase, onde as equipes se enfrentarão em formato de pontos corridos, sendo que apenas as duas primeiras passarão de fase; e quadrangular final, que contará também com os dois melhores colocados do Grupo B, formado por Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai. Os jogos serão novamente em pontos corridos.

 

A equipe brasileira, comandada pelo técnico Ramon Menezes, é formada por 23 jogadores, sendo os principais destaques os atacantes Endrick, do Palmeiras, e John Kennedy, o herói do título do Fluminense na última Copa Libertadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here