Todos os moradores de Viana de 18 a 49 anos, que não são de grupos prioritários e que concordarem em participar, receberão meia dose da vacina Astrazeneca, contra covid-19, no dia 13. A vacinação em massa no Município faz parte de um estudo científico, anunciado início da tarde desta sexta-feira (4) pelo governador Renato Casagrande.

O anúncio do estudo com vacinação em massa em Viana foi feito pelo governador Renato Casagrande. Foto: Youtube/Reprodução

O projeto de pesquisa é fruto de uma parceria da Ufes, Hospital Universitário, Governo do Estado, Fiocruz, Ministério da Saúde e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), além da Prefeitura de Viana.

O governador Renato Casagrande explica que Viana foi escolhida por causa do tamanho da população e pela facilidade de monitoramento dos resultados. “Viana é uma cidade média e tem facilidade de logística, porque além da aplicação da vacina outros testes e exames são feitos em amostras da população. É por amostragem, mas é necessário que se faça o acompanhamento do resultado da aplicação da vacina. Por estar na Grande Vitória facilita o trabalho para os nossos pesquisadores” – disse.

Leia também:   São Mateus registra mais sete casos de covid-19

Casagrande acrescenta que a perspectiva é a vacinação de aproximadamente 35 mil pessoas. “É a contribuição que Viana está dando ao Mundo, porque todos os indícios apontam para capacidade de imunizar as pessoas que receberão meia dose. Mas também é um benefício que a população está recebendo”, sustenta.

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, detalha que a vacinação no dia 13, em Viana, será realizada nos locais de votação eleitoral de cada morador.

Entre os pesquisadores do projeto, a professora Valéria Valim Cristo, da Ufes, destaca que estudos anteriores já apontam que a quantidade de anticorpos com a meia dose é semelhante à quantidade com a dose padrão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here