O governador eleito Renato Casagrande anunciou, na tarde desta quinta-feira (8), mais dois nomes para o primeiro escalão: o servidor público de carreira David Diniz para a Casa Civil e a jornalista Flávia Mignone para a Secretaria de Comunicação. Outro nome apresentado foi de Luiz Paulo Vellozo Lucas para presidir o Instituto Jones dos Santos Neves. No dia 31, já haviam sido anunciados Álvaro Rogério Duboc Fajardo, para a Secretaria de Economia e Planejamento (SEP), e Rogelio Pegoretti Caetano Amorim, para a Secretaria da Fazenda (Sefaz).

Casagrande disse que Davi Diniz é casado, pai de dois filhos, formado em Geografia e Administração, com pós-graduação em Gestão Pública Contábil. Como servidor público de carreira trabalhou na Secretaria de Gestão e Recursos Humanos, além de ter presidido o Idaf e ter sido secretário de Economia e Planejamento. Ele é atual secretário da Fazenda de Vitória. O governador eleito salienta que Davi terá o papel de articular com a sociedade capixaba e com a Assembleia Legislativa.

Flavia Mignone tem 55 anos, mãe de duas filhas e é formada em Jornalismo, com pós-graduação em Comunicação Organizacional. Foi repórter de jornais da Grande Vitória, trabalhou em campanhas políticas e exerceu o papel de superintendente de Comunicação do Governo do Estado na gestão de Renato Casagrande. Conforme disse, Flávia terá um papel de implantar uma comunicação moderna, respeitando os meios tradicionais de comunicação, mas conectando as ações do Governo também de forma direta à população.

Leia também:   Seag entrega motoniveladora para Jaguaré

Luiz Paulo Velloso Lucas tem 61 anos, é casado e pai de três filhos. Formado em Engenharia da Produção, tem pós-graduação em Desenvolvimento Econômico e Economia Social. Foi professor universitário, deputado federal e prefeito de Vitória, além de ter trabalhado como engenheiro do BNDES e secretário nacional de Desenvolvimento Urbano. Casagrande disse que Luiz Paulo terá o papel de ajudar na formulação de políticas públicas, no aprofundamento de temas importantes, como a inclusão social e a violência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here