A Câmara de Vereadores, em parceria com o Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo (Sindipetro-ES), realiza audiência pública nesta quinta-feira (12) para discutir A Importância da permanência da Petrobras em São Mateus e A política de preços dos combustíveis. A audiência acontece no plenário Lizete Conde Rios, no Bairro Santo Antônio, às 19h.

Diretor do Sindipetro, Reinaldo Alves de Oliveira frisou que a audiência foi solicitada à Câmara, em decorrência de desejo da Petrobras de fechar a base administrativa em São Mateus. Ele calcula que cerca de 100 petroleiros deverão ser transferidos e 400 terceirizados perdem o emprego caso o fechamento se concretize. Outro ponto de discussão é a política do preço dos combustíveis, o que o Sindipetro-Es aponta como um dos fatores para os aumentos sucessivos.

O presidente Jorge Recla de Jesus, o Jorginho Cabeção, relata que a audiência foi convocada através de requerimento da vereadora Jaciara Teixeira. Conforme disse, ele e Jaciara estiveram reunidos com representantes do Sindipetro-ES, quando foi falado sobre o fechamento da base da Petrobras e definido a realizada da audiência, que foi aprovada pelos demais vereadores.

Leia também:   Espírito Santo confirma mais 14 mortes por covid-19

Jorginho acrescenta que além da permanência da base administrativa da Petrobras e da política de preços de combustíveis, também serão discutidos possíveis cortes em direitos de trabalhadores terceirizados da estatal. Jorginho relatou que a população é convidada a participar, assim como autoridades. Ele frisou que o Sindipetro-Es ficou responsável em convidar representante da Petrobras.

A Rede TC procurou a Petrobras. A Gerência de Imprensa solicitou a demanda por e-mail. Entretanto, a resposta não chegou até o fechamento desta matéria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here