Com caras novas e remanescentes da última edição, o Brasil definiu os skatistas que vão a Paris visando às medalhas olímpicas nas modalidades street e park. Campeão da etapa australiana da SLS, em 2023, e presente nos principais eventos de Street, Felipe Gustavo confirmou, novamente, vaga no maior evento multiesportivo do mundo e comemorou bastante.

“Deus não desampara aqueles que o buscam! Ele é fiel, creia. Feliz em estar representando o Brasil mais uma vez e agora em Paris. Obrigado, skateboard” – afirma o atleta.

Felipe Gustavo durante bela manobra no treinamento.
Foto: Anthony Acosta-Red Bull Content Pool/Divulgação

Natural de Brasília, Felipe começou a andar de skate aos sete anos e rapidamente se destacou no cenário. Ele foi o primeiro atleta do mundo a dropar em uma pista olímpica e tem no currículo o terceiro lugar no World Skate World Championships, em 2018. Recentemente, ele se tornou um dos primeiros atletas fora do automobilismo a ser patrocinado pela Shell, em acordo gerenciado pela TheOne.

Parceiro de Leticia Bufoni, Felipe Gustavo garantiu a terceira vaga nacional ao somar 83.816 pontos no ranking mundial. Ele integra a delegação masculina de skate street ao lado de Kelvin Hoefler, medalhista no Japão, e de Giovanni Vianna.

No feminino, Rayssa Leal, Pâmela Rosa e Gabi Mazetto ficaram com as vagas. Já no park, o time brasileiro é composto por Raicca Ventura, Dora Varella e Isadora Pacheco, todas no feminino, e por Pedro Barros, Augusto Akio e Luigi Cini, no masculino.

O skate street masculino será disputado no dia 27 de julho, ao passo que o feminino ocorrerá no dia seguinte. O park entrará em cena nos dias 6 (feminino) e 7 de agosto (masculino), invertendo a sequência do street. Todos os eventos acontecerão em La Concorde, um local icônico no coração de Paris. (Com informações do Comitê Olímpico Brasileiro).

 

Foto do destaque: Anthony Acosta-Red Bull Content Pool/Divulgação

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here