A escritora capixaba Bernadete Lyra planeja o lançamento do mais novo livro Ulpiana, na cidade natal, Conceição da Barra. A previsão dela é de que o lançamento, inicialmente em Vitória, possa ser feito em um encontro de escritores a ser realizado em março em Conceição da Barra.

Depois de relançar o livro Memórias das ruínas de Creta e o inédito O jogo dos filmes, Bernadette Lyra, aos 80 anos de idade, prepara agora o lançamento de Ulpiana. “O livro fala sobre a solidão na velhice e a história se desenvolve a partir de um grave acontecimento envolvendo uma mulher de 70 anos”, relata a assessoria da escritora. Ulpiana deve ser lançado entre março e abril deste ano.

UFES
Bernadette Lyra passou a integrar o corpo docente da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades. Ela foi aluna de graduação do curso de Letras da Ufes, onde atuou também como professora até aposentar-se, em 1991, sendo até hoje professora emérita. Agora está de volta à sala de aula.

Leia também:   MPF quer suspensão de decreto presidencial que extinguiu cargos em comissão e funções na Ufes e no Ifes

Nascida em Conceição da Barra, Bernadette Lyra fez mestrado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), doutorado em Cinema pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutorado na Université René Descartes/Sorbonne (Paris V) na França.

Escolhida em 2018 como Pesquisadora do Ano pela Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual (Socine), Bernadette Lyra é autora de livros e artigos sobre cinema e audiovisual, sendo premiada diversas vezes com publicações no Brasil e no exterior. Dos doze livros já publicados, o mais recente é o romance A Capitoa. Recentemente, lançou uma edição comemorativa de 20 anos do livro Memórias das Ruínas de Creta, que na época foi indicado ao Prêmio Jabuti, e o livro sobre cinema O Jogo dos Filmes, ambos pela editora paulista Lapis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here