SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O fim da manhã deste domingo (25) no Mineirão foi de parabéns para um jogador do Atlético-MG, que viveu momentos especiais na partida contra o Bahia, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Hulk, autor de dois gols, ajudou bastante na vitória do Galo em cima do Tricolor Baiano por 3 a 0. O meia Nathan fechou a conta no Gigante da Pampulha com gol nos acréscimos.

O resultado, além de colocar Hulk, o aniversariante do dia -completou 35 anos-, mais perto da artilharia da competição -são seis gols no Brasileiro e 15 na temporada-, impediu uma disparada do Palmeiras na liderança da Série A. Ao vencer o Fluminense no sábado (24), o Verdão chegou a 31 pontos, enquanto o Galo tem 28 e é o vice líder.

Atlético-MG e Bahia voltam a se encontrar no meio desta semana, mas pela Copa do Brasil. Mineiros e baianos ficam frente a frente no jogo de ida das oitavas de final, na próxima quarta-feira (28), às 21h30, no Mineirão.

SÓ DEU ELE

O encontro entre Galo e Tricolor de Aço começou firme e “bem pegado”, com ambas as equipes imprimindo uma marcação forte. Houve na etapa de número um algumas entradas mais duras e que o árbitro até poderia ter aplicado o cartão, mas Rogério de Oliveira Braga preferiu contemporizar e ficar na conversa. Foram 12 faltas nos primeiros 45 minutos, sendo seis cometidas por cada lado.

Leia também:   Galo vence o Sport por 3 a 0 em BH e mantém gordura na liderança da Série A

O primeiro tempo foi mais de força do que técnica, sendo o lance mais perigoso uma bola no travessão de Nacho Fernández, após cobrança de falta. Nesse lance o goleiro do Bahia tocou a ponta dos dedos na bola, movimento crucial para evitar o primeiro gol da partida. O Galo teve mais posse de bola, empurrou o adversário para o campo defensivo, mas sofreu com a marcação baiana.

No segundo tempo, o Atlético-MG seguiu com maior posse de bola e, como o Bahia deu mais espaços, acabou saindo na frente. E o gol foi emblemático, do aniversariante do dia, o atacante Hulk, que garantiu a vitória do Alvinegro.

Depois do gol o Bahia se abriu ainda mais e o Atlético-MG aproveitou para ampliar o placar, mais uma vez com Hulk. O artilheiro atleticano no ano marcou duas vezes para comemorar o aniversário e para alegria da torcida alvinegra. E ainda deu tempo de Nathan fechar a conta do placar elástico a favor do Galo: 3 a 0.

PARABÉNS PARA HULK

O domingo já tinha começado especial para Hulk,com mensagens de comemoração dos seus 35 anos. A data foi comemorada pelo Atlético-MG com uma postagem nas redes sociais. E nada melhor do que comemorar do jeito que jogador do sistema ofensivo gosta, com gol.

Leia também:   Luiz Adriano marca depois de três meses em vitória do Palmeiras

OVERDOSE DE MINAS COM BAHIA

O confronto de hoje entre Atlético-MG e Bahia foi apenas o primeiro entre as equipes nos próximos dez dias. Outros dois duelos acontecerão, todos válidos pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Neste quarta-feira (28) o Galo volta a receber o Tricolor de Aço no Mineirão para a partida de ida do mata-mata.

CRONOLOGIA DO JOGO

Aos 11 minutos do primeiro tempo, o goleiro do Bahia, Matheus Teixeira, fez um milagre. Com a ponta dos dedos ele impediu um golaço de falta do argentino Nacho Fernández, que acertou o travessão, após cobrança de falta da entrada da área.

Aos 12 minutos do segundo tempo, o atacante Hulk comemorou o aniversário pela primeira vez, com o gol que abriu o placar no Mineirão. O camisa sete tabelou com Eduardo Sasha e chutou para o gol, de cavadinha, para impedir a defesa do goleiro: 1 a 0.

Aos 34 minutos do segundo tempo, Hulk fez o segundo dele no jogo. De pênalti, o camisa sete guardou a bola no canto direito do goleiro Matheus Teixeira, do Bahia: 2 a 0.

Leia também:   Corinthians empata na estreia de Willian e chega a 7 jogos invicto

Aos 45 minutos do segundo tempo, Nathan fechou a conta do Bahia: 3 a 0.

 

ATLÉTICO-MG

Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Dodô (Réver); Allan, Alan Franco (Tchê Tchê), Dylan Borrero (Sasha) e Zaracho; Nacho Fernández (Hyoran) e Hulk (Nathan). Técnico: Cuca

 

BAHIA: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Ligger e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick, Lucas Araújo (Matheus Galdezani) e Jonas (Ranieli); Rodriguinho (Maycon Douglas), Rossi (Oscar Ruiz) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti

 

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Antônio Dib Morais de Sousa (PI)

Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Marco Iglésias Araújo Silva (PI)

Gol: Hulk (aos 12′ e 34′ do 2ºT), Nathan (45′ 2ºT)

Cartão amarelo: Rossi (BAH); Dodô, Mariano (CAM)

 

Foto de destaque: Pedro Souza/Atlético

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here