SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um grupo de atletas brasileiros lançou na noite desta terça-feira (2) movimento intitulado “Esporte pela Democracia”.

O ex-jogador de futebol Walter Casagrande, um dos idealizadores, disse à reportagem que o objetivo é ter um grupo “antirracista, a favor da democracia, contra atos anticonstitucionais, o preconceito, a homofobia e o feminicídio e a favor dos povos indígenas”.

O movimento foi lançado com a adesão de atletas e ex-atletas de várias modalidades, entre eles Gustavo Kuerten, Raí, Ana Moser, Fabi Alvim, Isabel, Serginho, Joanna Maranhão e Igor Julião.

“O sonho de todo atleta é representar o seu país. Estamos então aqui hoje para reconvocar a lucidez, diante da questão inadiável: que Brasil é esse que queremos trazer na camisa e chamar de nosso?”, diz trecho do documento de apresentação.

A ideia, de acordo com a carta divulgada, é se juntar a outras vozes da sociedade civil na defesa da democracia e dos direitos humanos.

Ainda não há uma página oficial do movimento e por enquanto não foram feitos anúncios de ações que serão tomadas pelo grupo. Os participantes conversam via WhatsApp para definir os próximos passos.

Leia também:   Maria Rita diz que 'estão brincando com a democracia' e afirma que não pode se calar

“Somos um grupo, não temos um líder. Todos temos o mesmo peso, e a nossa voz tem o mesmo valor”, afirmam na carta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here