O atleta Ângelo Miguel Thomáz, 14, da Escola Benonio Falcão de Gouvêa, em Itaúnas, Conceição da Barra, conquistou a medalha de ouro nos 75m rasos, prova de atletismo mais rápida dos Jogos Escolares da Juventude, na categoria de 12 a 14 anos, no sábado (23).

O menino também foi campeão dos 250 metros e terceiro lugar no revezamento. Os jogos foram realizados em Santa Catarina.

Ângelo Miguel treina na Vila de Itaúnas, numa pista que era cheia de buracos e ganhou um asfalto liso recentemente. Ele não só venceu a prova com o tempo de 8s66 como também quebrou o recorde da competição na semifinal: 8s59. Ângelo melhorou sua marca, que era 8s91. O recorde anterior dos Jogos Escolares pertencia a Lucas Gabriel Antunes: 8s63, em Natal 2018.

A atuação do estudante foi acompanhada pelo velocista Paulo André, que é embaixador da maior competição estudantil do país. “Conheci o Paulo André no Centro de Convenções da Vila Germânica, peguei autógrafo e tirei foto com ele. É um grande ídolo”, disse o jovem de 14 anos, que disputa sua segunda edição dos Jogos Escolares, após ter ficado em quinto lugar nos 250m, em Natal 2018, prova que ainda vai disputar na pista de Timbó (SC).

Leia também:   Bandidos trocam tiros com polícia em Conceição da Barra
Ângelo Miguel com o velocista capixaba Paulo André.

Paulo André assistiu tudo de camarote e ainda cumprimentou o campeão, entregando a medalha de ouro no pódio. “Essa oportunidade é única, estou muito feliz por poder acompanhar essa nova geração, ter contato com a garotada, receber todo esse carinho. Às vezes, não temos dimensão do que pode significar para um atleta que está começando. É uma responsabilidade muito grande, afinal são crianças se espelhando em mim e que podem estar um dia disputando a prova comigo. Há seis anos, não consegui nem chegar à final dos Jogos Escolares, em Belém (PA)”, disse.

Por conta do bom resultado nos jogos, o Ângelo Miguel vai receber o Prêmio FECAT 2019, oferecido pela Federação Capixaba de Atletismo aos destaques do ano. O evento acontecerá no dia 7 de dezembro, às 9h30, no auditório do Centro de Educação Física (CEFD) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Vitória.

Velocista Paulo André

Campeão mundial de revezamentos, em Yokohama 2019, e medalhista de ouro nos Jogos Pan-americanos Lima 2019, Paulo André ainda é o recordista dos Jogos Escolares da Juventude na categoria 15 a 17 anos, tanto nos 100m quanto nos 200m. Após disputar a competição em Belém 2013, o velocista foi sétimo colocado em João Pessoa 2014 e, numa rápida ascensão, alcançou as duas melhores marcas da competição em Maringá 2015.

Leia também:   Bandidos trocam tiros com polícia em Conceição da Barra

“Em 2014, cometi uma saída falsa e fiquei fora do pódio também nos 200m”, disse Paulo André a todos os participantes, com o microfone em punhos, pouco antes de ver o árbitro Walter Augusto de Oliveira, que naquele ano atuou como árbitro de partida, a quem puxou, abraçou e disse: “Ele falou que eu deveria levantar a cabeça e continuar acreditando nos meus sonhos, que seria um grande atleta”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here