A Procuradoria Regional Eleitoral no Espírito Santo (PRE/ES) tem nova composição a partir de 1º de novembro de 2023. Alexandre Senra foi nomeado procurador regional Eleitoral e Paulo Augusto Guaresqui será o substituto.
O novo chefe do Ministério Público Eleitoral no Espírito Santo nasceu no Rio de Janeiro, tem 42 anos, é casado e pai de dois filhos. Nos últimos dois anos ele participou de diversas sessões no Tribunal Regional Eleitoral, quando exerceu o cargo de procurador regional Eleitoral substituto.

Foto: Divulgação
O novo PRE assume o cargo com a expectativa de um volume grande de trabalho por conta das eleições municipais de 2024. “A preocupação da PRE vai ser cobrar a observância da legislação, de forma igualitária, por parte de todos os jurisdicionados. Vamos cobrar isso para que as eleições transcorram dentro da normalidade, com todos os envolvidos observando as regras do jogo”, destacou Senra.
Trajetória
Alexandre Senra é formado em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e tem mestrado em Direito Processual pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Também é mestrando em Digital Currencies & Blockchain pela Universidade de Nicósia, no Chipre.
Antes de ingressar no MPF, foi oficial de justiça federal por cinco anos (2004-2009). É procurador da República desde 2009, tendo passado pelos estados de Rondônia (2009-2010) e do Amazonas (2011-2012) antes de ser lotado em Cachoeiro de Itapemirim (ES), onde atuou por cinco anos (2012-2017). Desde 2018 é titular do 8º Ofício da Procuradoria da República no Espírito Santo, especializado no combate à corrupção. Foi o primeiro encarregado de Proteção de Dados Pessoais do MPF (2021) e procurador regional Eleitoral Substituto no biênio 2021-2023. Também é procurador-chefe substituto do MPF no Espírito Santo desde 2023.
PRE. Os membros do Ministério Público Federal (MPF) que exercerão as funções de procurador regional Eleitoral (PRE) e substituto pelos próximos dois anos, em todos os estados e no Distrito Federal, foram designados no dia 23 de outubro de 2023, com a assinatura da  Portaria PGE 10/2023 pelo procurador-geral Eleitoral (PGE) interino, Paulo Gustavo Gonet Branco. Os novos representantes do Ministério Público Eleitoral cumprirão mandato de 1º de novembro de 2023 a 31 de outubro de 2025.
Os procuradores regionais Eleitorais são responsáveis por dirigir e conduzir os trabalhos do Ministério Público Eleitoral nos estados. Eles atuam perante os Tribunais Regionais Eleitorais (TRE), zelando pela correta aplicação da legislação, de forma a evitar abusos e assegurar o equilíbrio da disputa. Além dos membros do MPF, integram o MP Eleitoral promotores vinculados ao MP Estadual, que atuam na primeira instância.

Foto do destaque: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here