Adolescentes e jovens do Bairro Vila Nova estão trocando a ociosidade pela arte do grafite. O projeto cultural Vila das Cores oferece oficina para adolescentes acima de 10 anos e jovens de até 24 anos. O preponente e coordenador Marismar da Silva Dias destaca que o projeto foi contemplado em edital de 2018 da Secretaria Estadual da Cultura (Secult), numa seleção de projetos de arte de rua em bairros integrantes do Programa Ocupação Social. Os recursos são do Fundo de Cultura do Espírito Santo.

Nas oficinas, os participantes aprendem a diferença entre a arte e a pichação. Foto: Divulgação

As aulas iniciaram em 29 de setembro e têm como instrutor o grafiteiro Vinicius Graffit. Marismar detalha que são duas turmas, uma às 9h e outras às 14h, numa carga horária diária de uma hora e meia, dois dias por semana. As aulas acontecem na Igreja São José do Operário. Ele salienta que as duas primeiras turmas somam 35 adolescentes e jovens, acima da meta, que era 30. Os interessados nas próximas turmas mensais já podem fazer a inscrição, no local das aulas, ou na loja Equilíbrio, na Avenida Argentina. A prioridade é para moradores dos bairros Vila Nova e Vila Verde.

Leia também:   Moradores do Porto fecham ladeira e rua por retomada de obras
O projeto iniciou com duas turmas, uma matutina e outra vespertina. Foto: Divulgação

O projeto não exige que os participantes estejam estudando. “O objetivo é retirar adolescentes e jovens das ruas, ocupando o tempo, ensinando uma das diversas formas de arte e mostrando o valor que os moradores têm para o bairro”, ressaltou Marismar. “Nas aulas teóricas, ensinamos a diferença entre grafite e pichação, lembrando que grafite é arte e pichação é crime. Ensinamos como preparar as tintas e diversas técnicas de grafitagem. Após, partimos para a prática, confeccionando desenhos que refletem o rosto do bairro” – completou.

Marismar acrescenta que a cada mês os alunos produzem um trabalho em algum local de referência na comunidade e adjacências. O primeiro está sendo produzido no Ceim Dois Esquilos e os próximos serão na Escola Estadual Américo Silvares e na Escola Municipal Vila Verde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here